Relato – Haydée Maria Marques – Giverny

O relato de viagem da Haydée Maria de M. Marques, do blog FUXICOS DE VIAGENS, sobre Giverny. Para ver o seu relato publicado no blog, envie um texto de uma página e uma foto da sua viagem para o email toindopara@gmail.com.

Pegamos o trem na Gare Saint Lazare em Paris, direção Paris/Vernon. Compramos a passagem pela internet. O valor da passagem para o casal custou 50 euros. Você deve imprimir a compra. Quando chegar em Paris, voce tem que ir a qualquer uma das Gare (estações) de trem um dia antes, para trocar esse papel impresso pela passagem.

Nós pegamos o trem às 08:20 chegamos em Vernon às 09:05 (45 minutos de viagem) chegamos em Vernon. Pegamos logo que chegamos na estação um ônibus para Giverny. Saindo da estação tem logo à direita um ponto de ônibus. O ônibus sempre fica nesse local a espera dos turistas que chegam. A passagem custa 16 euros, para o casal (ida e volta). Você pode ir também de táxi ou bicicleta, que também deve ser bem divertido. 

O ônibus nos deixou a uma pequena distância da Maison Monet. Depois de descer do ônibus tem só que atravessar a rodovia e andar um pouco pelas ruas. É só seguir o fluxo das pessoas. O dia estava agradável e foi muito gostoso caminhar. Na volta a gente pegou ônibus no mesmo lugar e voltamos no horário para pegar o trem das 16:53h chegando em Paris às 17:40h.

Tudo em Giverny é maravilhoso, a cada passo que voce dá até chegar a Giverny, você encontra singelas paisagens e todas com flores. O lugar é um encanto só, e a vontade de conhecer o lugar onde morou o meu “Mestre e orientador Monet”, o mestre que me deu muitas inspirações no decorrer da minha vida artística, as quais me deram e me dão a oportunidade de ter quase chegado próximo as suas perfeitas pinceladas impressionistas em meus quadros. Nos momentos que estivemos em Giverny, realmente esqueci de tudo e de todos, só tinha tempo para apreciar aquele lugar.

La Maison de Monet fica na Rue Claude Monet, 99 – O valor da entrada para visitar é de 12 E, o casal. No passeio está incluso a visita ao primeiro jardim, à casa de Monet que está super conservada e aos jardins do fundo onde tem o lago onde se encontra as ninféas e a ponte japonesa.

O lago das ninféas e a ponte japonesa, foram várias vezes pintadas por Monet. Foi sobre nesse cenário que o pintor passou 43 anos de sua vida. Morreu aos 83 anos e foi enterrado no cemitério da igreja de Giverny. Seu túmulo fica logo que sobe as escadas no lado direito, não fica no meio dos outros túmulos. 

Almoçamos num restaurante muito lindo todo florido, fica em frente a Maison do Monet. Excelente o atendimento, lugar muito agradável e comida deliciosa!!!! 

Depois do almoço continuamos o nosso passeio andando pelas ruas de Giverny.Passamos por vários ateliers de artistas que moram em Giverny, um deles é do artista Claude Cambour, suas obras lembra muito as obras do Monet, inclusive o seu nome também é Claude. Suas obras são belíssimas!

Que sonho que é Giverny, gostaria muito também de viver lá. Quem sabe um dia… Não foi a toa que Monet passando de trem por Vernon, olhando pela janela, se apaixonou pelo lugar. Voltou um dia para viver ali. Passamos também pelo Musée des Impressionismes Giverny. Que capricho, que cuidado com os jardins.O musée tem em exposição quadros antigos dos imressionistas.

giverny 2

giverny

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s