Como comprar bilhetes e andar de trem na França

O Trem, como na maioria dos países europeus, é o transporte mais utilizado na França. O país possui uma extensa rede ferroviária, administrada, em sua maior parte, pela estatal SNCF – www.voyages-sncf.com. Centenas de sites, blogs e guias oferecem dicas sobre a aquisição das passagens pelo site da empresa. Algumas estão erradas, outras corretas. Relato a minha experiência:

As vendas das passagens iniciam com 90 dias de antecedência. Não troque o idioma do site! Permaneça na página francesa, pois os preços se alteram ao efetuar a mudança. O site é simples e intuitivo. Qualquer dúvida, use um tradutor para palavras ou frases.
Meu cartão de crédito é do Banco do Brasil, habilitado para compras internacionais (grande parte dos problemas na aquisição de passagens no exterior é por essa opção não estar vigente). Na primeira tentativa, o processo não foi concluído e uma mensagem de “erro” apareceu na tela. Mais duas tentativas sem sucesso! Liguei para o meu gerente e fui informado que alguns bancos no Brasil não trabalham com um certificado de segurança – requisito para compras no site da SNCF.

Continuar lendo

Anúncios

Filmes para ver e se sentir na Itália!

Assistir filmes que tenham como cenário o próximo país que você vai conhecer ajuda imensamente na construção do seu roteiro e servem para aumentar a sua excitação e imaginação sobre o lugar. Em alguns, o próprio país se torna coadjuvante (às vezes, protagonista), oferecendo belíssimas imagens das cidades. A Itália é um dos locais prediletos dos cineastas e muitas cidades do meu roteiro foram incluídas devido a filmes que assisti e me apaixonei pelas paisagens. Veja abaixo uma lista com filmes para começar a sua viagem:

Continuar lendo

Cidades que podem decepcionar

O famoso ditado que diz: “a expectativa é a mãe da decepção” também se aplica em viagens. Algumas cidades que imaginamos de uma forma podem se apresentar de outra completamente diferente e causar uma grande decepção. Outras, das quais não esperamos nada, podem ser uma imensa e agradável surpresa.

Abaixo, comento sobre algumas cidades que me decepcionaram durante minhas viagens, lembrando que é a minha opinião pessoal, que pode ser completamente diferente da sua:

Continuar lendo

Buenos Aires – Dicas

Acabei de chegar de viagem – dez dias em Buenos Aires – e antes de começar a relatar o que aconteceu em cada dia, vou dar algumas dicas imprescindíveis para a sua viagem:

1- Para entrar no país é necessário o passaporte ou a identidade (em boas condições e a foto deve permitir claramente a identificação do titular). Não são aceitos nenhum outro tipo de documento (CNH, certidão de nascimento, etc). Se você estiver com a identidade, irá receber um comprovante que deve ser guardado até a sua saída do país.

2- Na imigração, você deve informar o hotel em que se hospedará, tirar uma foto, colher a digital e responder algumas perguntas rotineiras. Esse procedimento é realizado tanto na entrada como na saída do país.

Continuar lendo

Cartão turístico para descontos – Vale a pena?!

A grande maioria das cidades turísticas da Europa possuem um cartão turístico. Com ele, você pode visitar várias atrações (listadas nos sites ou nas informações do cartão), descontos em lojas e restaurantes e, inclusive, acesso ilimitado ao transporte público da cidade. Como funciona? Há opções variadas e as mais comuns são para um ou três dias de duração. Paga-se uma quantia pelo cartão (Exemplo: o Paris Museum Pass custa 42 euros para 2 dias, 56 euros para 4 dias e 69 euros para 6 dias) e a duração inicia-se ao visitar a primeira atração turística. E a melhor: não é necessário ficar nas filas quilométricas para comprar o ingresso.

Ao analisar essas informações, a conclusão é imediata: é uma grande vantagem. Será mesmo? Abaixo, algumas das minhas experiências com os cartões turísticos: Continuar lendo

Meu roteiro – Paris

Paris será o seu destino? Ótimo! A Cidade Luz é fantástica e a lista de atrações é infinita. Um bom planejamento de viagem auxilia a aproveitar o seu tempo e conhecer lugares incríveis. Inicialmente, para compor o seu roteiro, compre um mapa da cidade (você pode adquirir em livrarias ou imprimir da internet).

O meu roteiro: 12 dias em Paris (o dia da chegada, 7 dias visitando Paris e 4 dias para visitar cidades próximas). Dividi o meu mapa em 6 áreas, um para cada dia que eu ficaria na cidade e o 7º dia reservei para Versalhes. Nas áreas, marquei as atrações turísticas, pontos importantes, como lojas ou restaurantes interessantes e as estações de metrô mais próximas.

Importante: Para separar as atrações, deve-se levar em consideração o dia da semana em que elas fecham. Por exemplo: inicialmente, o Roteiro – dia 2 foi planejado para uma terça-feira. Mas nesse dia, o Centro Pompidou está fechado, então é necessário trocar o roteiro para outro dia da semana.

Veja abaixo o meu mapa: Continuar lendo

EXPO2015 – O mundo se encontra em Milão!

Expo2015

Com a participação de mais de 140 países e organizações internacionais –  a cidade de Milão vai estar em grande evidência a partir do dia 1° de Maio 2015 até 31 de Outubro de 2015 pois será a anfitriã da Exposição Universal de 2015 – www.expo2015.org/it.

O tema proposto é Nutrir o planeta: Energia para a vida. Continuar lendo

Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia

Um dos pontos primordiais no planejamento da sua viagem é verificar se os países que compõem o seu roteiro exigem a vacina contra a febre amarela. As pessoas que nunca foram vacinadas – ou que receberam a vacina há mais de dez anos – devem tomar com, no mínimo, dez dias de antecedência da viagem. Aproveite e faça o seu, assim é um fator a menos para se preocupar! A validade da vacina é de dez anos.

Lista dos países que exigem a vacina AQUI!

Como conseguir o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP)? Continuar lendo

Qual a melhor época para viajar?

A resposta é: depende! Se você quiser praia, é evidente que o verão é o mais adequado; se quiser esquiar, no inverno; temperaturas mais amenas? Outono ou primavera.

Por que você precisa definir esse ponto? A resposta afetará o seu custo total, o que levar na mala, atrações turísticas e eventos. Creio que o ponto principal é o custo. Você provavelmente já ouviu falar em alta e baixa temporada. Também possuímos essa definição em viagens nacionais e a explicação é óbvia: baixa temporada = baixo custo; alta temporada = alto custo. A prefeitura de Paris, por exemplo, considera alta temporada o período de 1º de abril a 31 de outubro e a baixa temporada o período de 1º de novembro a 31 de março.

As estações do ano na Europa: Continuar lendo