Meu primeiro dia em Roma

Informações Práticas:

Hospedagem: Maison Vaticana – Via Ottaviano, 42 | 00192, Roma. No post Minhas hospedagens na Itália, comentei sobre todos os hotéis que fiquei no país, com informações e dicas.

Quanto gastei no dia? 94,10 Euros (32,50 Euros com a diária do Hotel – diária de 65 Euros, dividida por dois viajantes; 13 Euros com passagem de trem – Assis/Roma; 25 Euros com as atrações turísticas; 23,60 Euros na cidade, com refeições, lembranças, etc)

Nota turística (de 0 a 10): 10 😉

Para saber sobre a cidade: Veja os posts da categoria ROMA

Roteiro do dia: Clique AQUI para ver o mapa no Google com o meu roteiro do dia!

O trem sairia da estação de Assis para Roma às 7h05. Como já mencionei – e aproveito para elogiar, com uma pouco de inveja, já que no Brasil não existe – os trens italianos são muito pontuais. Se houver algum atraso é porque o problema foi grande. Era muito cedo, então aproveitei para tomar uma xícara de café com croissant na estação. Apesar de sempre fugir de compras nas estações de trens devido aos elevados custos, em cidades pequenas pode-se encontrar alguns preços bem convidativos.

Na estação, encontrei uma moça americana completamente perdida. Ela também estava indo para Roma e não sabia absolutamente nada sobre os trens italianos, horários, plataformas, etc, nem o que era carroza (vagão) e muito menos como ler o seu bilhete. Um ponto a favor: era extremamente divertida. Dei uma “aula” de como o sistema funcionava e algumas dicas sobre Roma. Ajudei muitos turistas durante minha viagem e fiz muitas amizades. É um prazer , principalmente quando estou em outro país… Bem, você pode notar isso por esse blog 😉

Depois de quase 2 horas de viagem, comecei a avistar partes da Estação Termini. Inacreditável: cheguei exatamente às 8h58, como estava no bilhete. O que mais me impressiona é que não era às 8h50 ou 9h… era 8h58! A estação é enorme e parece um shopping, com dezenas de lojas, lanchonetes, etc. Como eu já tinha todos os mapas e informações, foi fácil achar o metrô e chegar até o Maison Vaticana, a minha hospedagem em Roma. Aproveitei que estava na estação e comprei o Roma Pass (clique no nome para mais informações sobre o cartão turístico) em uma tabacaria para aproveitar todas as atrações com desconto.

O Maison Vaticana (clique no nome para informações) é fantástico! É próximo a uma estação de metrô – a Otaviano – e o Vaticano está a poucos metros. O quarto é ótimo, com excelente banheiro, frigobar, ar condicionado, computador, Wi-Fi e a proprietária Gisele – uma brasileira que vive em Roma e se tornou uma grande amiga – é extremamente simpática e divertida. E se você não quiser ir até ao centro de metrô, dá para chegar em 15 minutos de caminhada, conhecendo a cidade. Ótima dica, hein?!

Minha primeira impressão de Roma: caos total! Dezenas de centenas de milhares de turistas. Uma grande metrópole, com um trânsito infernal e ensurdecedor. Dica: abuse do metrô! Ele é excelente e cobre toda a região turística. Os bilhetes podem ser comprados nas bilheterias ou, para evitar filas, nas máquinas automáticas, muito fáceis de utilizar e com opções de outros idiomas. Leve impresso um mapa do metrô de Roma ou compre em qualquer banca ou tabacaria. Na estação Termini as linhas A e B se cruzam e há metrôs novos.

Após pegar o metrô, desci na estação Piazza Spagna. A praça é interessante, mas fiquei um pouco decepcionado, pois vi dezenas de fotos lindíssimas do local com muitas flores e não havia nenhuma. Esse é um dos grandes problemas das atrações turísticas: ao ver  uma foto na internet ou em guias turísticos, o local parece deslumbrante. Quando você conhece, a verdade não é bem assim… Felizmente, o contrário também é verdadeiro!

Piazza Spagna

Piazza Spagna

Seguindo o meu roteiro das atrações abertas da cidade, fui em direção à Fontana di Trevi, a grande atração do dia. Dica: é indispensável um mapa da cidade, principalmente para não perder tempo ou se perder, apesar da sinalização. Após  virar em algumas esquinas, dobrar em outras, parar em algumas vitrines, encontrei:

2

Fontana di Trevi

4

Fontana di Trevi

3

A aglomeração de turistas

A Fontana dispensa elogios, mas é impossível não dizer que ela é linda, emocionantes, deslumbrante, majestosa, etc, e tudo mais que você já escutou sobre ela. As magníficas estátuas que compõem a obra formam um conjunto harmonioso e único, completado pela água que cai ininterruptamente. Ao chegar próximo à água, as milhares de moedas que os turistas atiram devido à tradição brilham no fundo. Comentando sobre os turistas, um aviso: tenha muita calma e paciência. O local é invadido por milhares de pessoas durante todo o dia e em alguns horários à noite. Achar um lugar para tirar uma foto é como ganhar na loteria.

Depois de várias pessoas pisarem no meu pé e dois grandes empurrões que quase me derrubaram, consegui jogar minha moeda (a tradição diz que, se você jogar uma moeda na Fontana, um dia retornará à cidade) e tirar fotos. Concluída minha tarefa, segui o curso. As ruas, como em qualquer metrópole, são repletas de lojas, principalmente de lembranças. As famosas marcas estão todas lá, principalmente as grifes italianas.

Durante o percurso, encontrei um restaurante muito charmoso e aproveitei para almoçar. Os preços eram excelentes – um prato com um bom spaghetti ao molho de quatro queijos custou 11 euros – e, ao contrário do que comentam, os atendentes em Roma foram muito educados. Para acompanhar, uma taça de vinho italiano delicioso. Depois de todo o stress na Fontana, eu merecia!

Após o almoço, segui para o Pantheon, um dos monumentos mais bem preservados da cidade. No local está o túmulo do grande artista renascentista Rafael Sanzio – o corpo repousa sob a Madona de Lorenzetto. A abertura que existe no teto deixa entrar uma luz intensa que ilumina grande parte da construção. E algo interessante: a entrada para o Pantheon é gratuita.

Pantheon

Pantheon

Próximo ao Pantheon está outra praça famosa de Roma: a Piazza Navona. Vários artistas expõem suas obras no local, como cartunistas, pintores, escultores, etc. A grande atração é a Fontana dei Quatro Fiumi – Fonte dos Quatro Rios, de Bernini, com figuras representando os quatro grandes rios do mundo naquela época (Danúbio, Ganges, Prata e o Nilo). A praça dispõe ainda duas outras fontes esculpidas por Giacomo della Porta – a Fontana di Nettuno (1574), na área norte da praça, e a Fontana del Moro (1576), na área sul.

Flores nas janelas... Piazza Navonna

Flores nas janelas… Piazza Navonna

O roteiro das atrações abertas da cidade estava quase concluído. Para completá-lo, segui pela famosa Via del Corso, uma rua que começa no monumento Vittorio Emanuele e termina na Piazza del Popolo, última atração do dia. Se você gosta de compras e vitrines, vale guardar um tempo para a Via del Corso. Os preços estavam bem acessíveis e aproveitei para comprar presentes e lembranças.

Antes de voltar para o Maison, parei em uma pizzaria pequena e aconchegante e comi uma das melhores pizzas da minha vida. Sabe aqueles locais que quase ninguém conhece e não estão nos guias de restaurantes?! Em minha opinião são os melhores. Paguei 10 euros por uma pizza pomodoro e uma cerveja. Ah, e não preciso dizer que esses locais “desconhecidos” possuem os melhores preços, não é mesmo?!

Na Piazza del Popolo peguei o metrô e em 10 minutos estava na estação Otaviano, próxima ao Maison. A ideia de fazer no dia da chegada o roteiro das atrações abertas foi espetacular. Assim, conheci o funcionamento da cidade com calma, sem pressa. Dica: não deixe de andar pela cidade à noite, principalmente no Vaticano. Não se preocupe: há dezenas de turistas que fazem o mesmo. Mas não se esqueça de tomar todas as precauções necessárias. Uma das grandes lembranças da minha viagem são os monumentos de Roma iluminados. É um espetáculo grandioso! E você não paga nada por isso…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s