Cidades que podem decepcionar

O famoso ditado que diz: “a expectativa é a mãe da decepção” também se aplica em viagens. Algumas cidades que imaginamos de uma forma podem se apresentar de outra completamente diferente e causar uma grande decepção. Outras, das quais não esperamos nada, podem ser uma imensa e agradável surpresa.

Abaixo, comento sobre algumas cidades que me decepcionaram durante minhas viagens, lembrando que é a minha opinião pessoal, que pode ser completamente diferente da sua:

1) Murano – Itália: Das três ilhas de Veneza (as outras são a belíssima Burano e a histórica Torcello), Murano é a mais decepcionante. Sem nenhuma atração turística significativa, fiquei com a sensação de “tempo perdido”. O Museu do Vidro é completamente dispensável e a outra famosa atração da ilha, as demonstrações do trabalho com o vidro em fábricas, é um “pega turista”. Na ilha, há diversas fábricas, com alguns funcionários nas portas chamando os visitantes para as demonstrações. A entrada é paga, a demonstração é muito rápida e é perceptível a má vontade dos vidreiros em fazer o trabalho. No final, eles “empurram” os turistas para uma loja, informando que todas as peças possuem desconto. Papo de vendedor… Um cavalo, na loja, custava 90 euros. Vi o mesmo cavalo em uma loja em Veneza por 22 euros. Saí, literalmente, correndo…

10

2) Nápoles – Itália: A maior atração da cidade é o Museu arqueológico Nacional, com as peças retiradas das cidades que foram devastadas pelo Vesúvio (como Pompéia e Herculano), mas nem o museu consegue esconder o caos da cidade. Extremamente suja, com o trânsito completamente descontrolado e locais com “clima tenso” fazem de Nápoles um local controverso. A pizza da Pizzaria da Michele foi a melhor recordação da minha passagem pela cidade, mas o custo/benefício não foi suficiente. Fiquei muito feliz por ficar apenas um dia e não me hospedar e, quando entrei no trem e não escutei mais o caos do trânsito, a felicidade aumentou!

As ruas típicas de Nápoles

As ruas típicas de Nápoles

3) Cannes – França: Situada no sul da França, no departamento de Alpes-Maritimes, à beira do mar Mediterrâneo, na Costa Azul (Côte d’Azur), Cannes é um destino turístico movimentado, principalmente por sediar anualmente o Festival de Cinema de Cannes, o maior evento mundial da categoria. E só! Se você não está na categoria dos “famosos” para ir à cidade durante o festival, a cidade não possui grandes atrações. O Palais des Festivals, local onde o Festival de Cinema é realizado, é só mais um teatro moderno como outro qualquer. Sinceramente, é melhor aproveitar o dia reservado para Cannes em Nice ou em outra cidadezinha da Costa Azul.

O Palácio dos Festivais

O Palácio dos Festivais

4) Avignon – França: Decepcionante, em todos os sentidos, Avignon é uma cidade do sul de França que durante vários anos foi a residência dos Papas da Igreja Católica. Está situada na margem esquerda do rio Ródano, no departamento de Vaucluse. A maior atração da cidade, o Palácio dos Papas, é uma das maiores e mais importantes construções góticas da Idade Média na Europa. Ao mesmo tempo fortaleza e palácio, a residência pontifícia foi, durante o século XIV, a sede da cristandade do Ocidente. Ao entrar, a surpresa: o local está praticamente vazio… e a entrada é cara! A Ponte de Avignon é outra atração da cidade, famosa por não estar completa… e só! O ponto positivo é que, no centro turístico da cidade você pode adquirir uma excursão para Salt, a capital da lavanda na França.

As ruas de Avignon

As ruas de Avignon

5) Berna – Suíça: Um dos problemas da cidade é ser a capital da Suíça (sim, a capital é Berna e não Genebra), o que gera uma grande expectativa (lembre o que comentei no início do post) e a comparação com outras cidades do país. Relativamente pequena, possui atrações como as diversas fontes espalhadas pelas ruas. Respeito o valor histórico das peças, mas algumas são pavorosas… parecem que saíram de um filme de terror; Outro ponto turístico da cidade é a Torre do Relógio. A cada hora (faltando 4 minutos para a hora cheia) o relógio faz um show com o movimento das figuras do topo extremamente decepcionante. É só constatar pela feição dos turistas que aguardavam o show; Para completar a lista de atrações, temos o Parque dos Ursos (interessante, mas a maior parte do ano, os ursos não ficam visíveis) e o Museu do Einstein (dispensável se você não conhece a vida e a obra do físico).

As fontes de Berna

As fontes de Berna

6) Évora – Portugal: Inseri a cidade no meu roteiro devido a grande fama que ela possui. Infelizmente, o custo/benefício não compensou. O seu centro histórico bem preservado é um dos mais ricos em monumentos de Portugal, o que lhe vale o epíteto de Cidade-Museu. Não consegui, mesmo com muito esforço, ver todo esse potencial. O Templo de Diana – apenas algumas colunas – é decepcionante. A Capela dos Ossos, erguidas com os ossos de 5 mil monges franciscanos, chama a atenção apenas por alguns minutos. A melhor atração da cidade é a imponente Catedral da Sé, construção do século 13, que combina o estilo românico e gótico – esse último bem visível nos claustros do século 14. Mas, se você não apreciar locais sagrados ou já estiver cansado de ver tantas igrejas na Europa, poderá não não apreciar a visita…

O Templo de Diana

O Templo de Diana

E você? Já se decepcionou com alguma cidade?!

Anúncios

12 comentários sobre “Cidades que podem decepcionar

  1. Quando fui à Côte D’Azur fiquei em Nice e foi decepção total. Apenas o mar é bonito, mas a cidade, parece qualquer cidade praiana daqui. Pra ficar na praia também era difícil, tem uns clubes de praia que cobram uma nota pra você sentar, fora o que comer(que também é muito caro para o que é oferecido). Apesar do mar ser muito bonito, a água é extremamente gelada e não tem areia e sim pedrinhas(o que machuca muito os pés rs). Eu cancelei uma noite no hotel que estava e voltei pra região do Parque Natural Regional do Verdon, fui andar de pedalinho no lago Sainte Croix, sem palavras para esse passeio, uma beleza incrível e ainda fui pedida em casamento lá, nunca vou esquecer. 😉

    Curtir

  2. Das cidas que mencionou e conheço posso dizer que: 1) Nápoles não me decepcionou, pelo contrário! E não achei a cidade suja, mas o trânsito realmente é muito maluco! Para atravessar a rua precisamos nos jogar no meio dos carros e ir tentando pará-los… Mas achei os preços por lá muito bons, ótimo para fazer compras… 2) Cannes, realmente acho que decepciona qualquer um mesmo, há cidades muito mais bonitas na Côte d’Azur… Cannes além de ser um ovo, não tem muito o que se ver e a rua principal da cidade é pequena e com o comércio be fraco, a praia não é lá essas coisas, enfim, vale ir só mesmo para marcar no mapa de viagens: eu fui!

    Curtir

    • Concordo com você. Estive em Nápoles na primavera e a cidade não é, de forma alguma, tão imunda como ficam falando. Acho que essa opinião se deve ao fato de alguns turistas irem para lá no verão, quando ela está muito cheia e também por não ficarem tempo suficiente para conhecê-la melhor. Quanto ao trânsito, eh o trânsito de uma cidade grande, assim como Roma.

      Curtir

  3. Concordo com o Celso referente à Nápoles. Gostei também bastante de Évora,especialmente da culinária local,amei o porco preto e os doces,em especial o pão-de-rala! O único local que me decepcionei,até hoje, foi São Tomé das Letras,MG. O cemitério fica na praça principal no centro da cidade, os hotéis caríssimos, não conseguimos ficar,viemos embora no mesmo dia. Quem sabe se eu desse uma segunda chance…mas não tenho ânimo.

    Curtir

  4. Eu gostei muito de Napoles… Acredito que um dia seja muito pouco para conhecer a cidade, e vc deve ter ficado basicamente no centro histórico que é realmente caótico, mas o resto da cidade é muito legal, principalmente o Vomero, a Chiaia, Posilipo e todas as tantas outras cidades na região da Campagna… Mas é aquela historia… Gosto não se discute!!!

    Curtir

  5. Murano, adorei, até porque meu sogro fazia aquele trabalho na Itália, antes de vir morar no Brasil. Quanto aos preços realmente tem toda a razão!!!

    Curtir

  6. Kutná Hora, na República Checa, onde fica a Capela dos Ossos. Só tem isso para ver lá. A visita é rápida e ficamos lá durante outras 3 horas rodando procurando alguma outra coisa para fazer, comemos em um restaurante “marromenos” e passamos a maior parte do tempo esperando o trem chegar para voltar a Praga. A cidade tem um clima soviético melancólico, então imagine… portanto não vale a pena porque não tem NADA além da Capela dos Ossos e ainda demora pra chegar e para sair de lá.

    Curtir

  7. Napoli, não me decepcionou….adorei passear pela Napóli velha…..adorei as Pizzas Napolitana, adoro o Golfo de Napoli, Igrejas lindas, ruas sujas existem em outros Países também como por exemplo, achei Paris bem sujo e sem glamour…..

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s