Informações e atrações de Bruxelas

No roteiro dos turistas brasileiros, a Bélgica geralmente é inserida para “completar” a viagem devido à sua proximidade com países como Alemanha ou Holanda. Uma pena! Bruxelas, a capital do país e da União Européia, é um paraíso para quem é apaixonado por gastronomia (e o que esperar do país que inventou a batata frita?), chocolates de qualidade, cervejas e histórias em quadrinhos (é a cidade do Tintin, Luke Luke, Smurfs e vários outros personagens). A cidade cresceu de uma fortaleza no século X, fundada por um descendente de Carlos Magno, para uma metrópole de mais de um milhão de habitantes, o que a torna a maior do país. Dois de seus maiores símbolos são uma molécula gigante, o Atomium, e uma pequena estátua de um garotinho que faz xixi, o Manneken Pis, particularidades de uma cidade que não pode ser subestimada.

Localização de Bruxelas no mapa:

belgica

Fonte: IBGE

Como chegar: Avião – Não há voos diretos do Brasil. Uma vez na Europa, diversos aeroportos fazem conexão com o o Aeroporto de Bruxelas (BRU) – www.brusselsairport.be, distante 11 km do centro. A cada 15 minutos, trens partem em direção à cidade, com paradas nas estações Brussels-Midi e Brussels-Central” e a viagem leva entre 15 e 25 minutos; Trem –  é possível utilizar o Eurostar e as linhas holandesas da  Belgian Rail.

Site com informações sobre a cidade: https://visit.brussels/en

Informações adicionais: Moeda – Euro; Língua – Flamengo/Neerlandês (conhecida também como língua holandesa) e francês.

Atrações:

Grand Place: A imponente praça, com construções memoráveis, é o ponto central da cidade. Conhecida também como Grote Markt, a praça é delimitada por prédios datados dos séculos 15 a 18, com pelo menos quatro estilos arquitetônicos: gótico, barroco, neogótico e clássico. Desde 1998, a Grand Place é Patrimônio Mundial da UNESCO. O prédio mais famoso e imponente do local é o da Prefeitura de Bruxelas (Hôtel de Ville), construído entre 1402 e 1455. Outro prédio de destaque é o da Casa do Rei (Maison du Roi), onde está o Museu de Bruxelas.

Mannekes Pis: Uma pequena estátua de bronze de um menino que está fazendo xixi na bacia da fonte. Nas festividades a estátua é enfeitada com diversos disfarces. O seu “guarda-roupa” conta, hoje em dia, com mais de 800 trajes. A estátua de bronze original, de Jerôme Duquesnoy, o Velho, foi colocada no seu lugar em 1619 e o design irônico reflete a necessidade genuína de água fresca potável naquela área. No século XVIII foram várias as tentativas de roubar a estátua, sobretudo pelos exércitos francês e britânico em 1745. Mas foi o roubo de 1817, por um ex-condenado, Antoine Licas, que provocou mais alarme: o ladrão despedaçou a estátua pouco depois de a ter roubado. No ano seguinte foi feita uma réplica que ocupa o lugar da estátua original, e é essa cópia que vemos hoje na esquina da Rue de l’Etuve e Rue du Chêne (a estátua original está na Maison du Roi). Há, também, a versão feminina: a Jeanneke-Pis é uma fonte com a estátua de uma menina agachada fazendo xixi, elaborada por Denis-Adrien Debouvrie em 1985 e erguida em 1987. A estátua fica no Impasse de la Fidelité, quase em frente ao Delirium Café.

Atominum: O gigantesca estrutura foi construída em 1958 para a Expo 58, a primeira grande Exposição Mundial depois da Segunda Guerra Mundial. Como a Torre Eiffel, a intenção seria desmontar a construção após a exposição, o que não ocorreu. Com 103 metros de altura, ele representa um cristal elementar de ferro ampliado 165 mil milhões de vezes, com tubos que ligam as 9 partes formando 8 vértices. As esferas de ferro com cerca de 18 metros de diâmetro estão ligadas por tubos com escadas no seu interior com um comprimento de cerca de 35 metros. As janelas instaladas na esfera do topo oferecem aos visitantes uma vista panorâmica da cidade. Além de uma exposição permanente que relembra a Expo 58, o Atomium também abriga exibições temporárias ao longo do ano. Como está um pouco afastado do centro da cidade, é necessário pegar o metrô – linha 6 – e descer na estação Heysel. Informações: www.atomium.be.

Cathédrale des Saints Michel et Gudule: A Catedral de São Miguel e Gudula foi construída a partir do século XIII sobre uma construção românica do século XI e não terminou até dois séculos depois. A catedral era conhecida como a Igreja de São Miguel até que, em 1047, os restos mortais de Santa Gúdula (falecida em 712) foram depositados no local, momento no qual a igreja ganhou o nome de São Miguel e Santa Gúdula. Informações: www.cathedralisbruxellensis.be

Museus Reais de Belas Artes da Bélgica: Os Museus Reais são um complexo de museus que incluem: o Museu de Arte Antiga foi criado em 1799 e forma a parte mais extensa do Museu de Belas Artes, expondo obras desde o século XV até o XVIII, com obras de Van Dyck e Rubens; o Museu de Arte Moderna expõe obras do século XIX até os dias atuais, com destaque para os mestres belgas do Surrealismo (esses dois museus estão localizados no mesmo endereço); o Museu Constantin Meunier Museum reúne o acervo do pintor e escultor belga Constantin Meunier, que viveu no século XIX; e o Antoine Wiertz Museum, dedicado ao também pintor nascido na Bélgica Antoine Wiertz. Informações:www.fine-arts-museum.be

Museu Magritte: O Museu Magritte abriu ao público em 30 de Maio de 2009, instalado no neo-clássico Hotel Altenloh, na Place Royal. Seu acervo possui cerca de 200 originais ente pinturas, desenhos e esculturas do artista, incluindo The Return, Scheherazade e O Império das Luzes . Esta instalação permanente é o maior acervo de Magritte no mundo e a maior parte das obras são da coleção da viúva do artista, Georgette Magritte. Além disso, o museu inclui experimentos de Magritte com a fotografia, a partir de 1920, e os filmes surrealistas que ele fez a partir de 1956. Informações: www.musee-magritte-museum.be

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s