Atrações de Amsterdã – 2ª parte

Além das famosas atrações do Bairro dos Museus (veja o post Atrações de Amsterdã – Bairro dos Museus), a cidade oferece uma infinidade de entretenimento para os turistas. Veja abaixo outros pontos turísticos para inserir em seu roteiro:

– Red Light District – Bairro da Luz Vermelha: Amsterdã é uma cidade muito procurada por uma parcela de turistas devido ao seu apelo “liberal” em relação à prostituição legalizada e ao uso da maconha. O Bairro da Luz Vermelha é constituído por um conjunto de ruelas estreitas agrupadas em torno da Igreja Velha (Oude Kerk), com boates, bares, cafés, restaurantes, cinemas eróticos, sex-shops e as famosas vitrines com néon vermelho, onde mulheres se exibem para os pedestres completamente nuas. Lembre-se: JAMAIS tire fotos das moças e tome muito cuidado com furtos.

– Oude Kerk: A “Igreja Velha” foi renovada e ampliada várias vezes ao longo dos séculos. O resultado é uma construção monumental, com arquitetura única. O seu interior original foi perdido durante a Reforma (1578), mas ainda manteve o seu telhado de madeira pintado à mão depois de todos esses anos. Alguns dos vitrais são século 16. A esposa de Rembrandt Saskia está enterrada no local. Informações: oudekerk.nl

– Madame Tussauds: A unidade de Amsterdã é uma das dezenove espalhadas pelo mundo. Muito popular entre as crianças e adolescentes, reúne estátuas de ceras de celebridades mundiais. Informações: www.madametussauds.com

– Koninklijk Paleis: O Palácio Real  está localizado na Praça Dam , no centro da cidade. É um dos três palácios que a Família Real ainda usa. Foi construído entre 1648 e 1665, projetado pelo arquiteto Jacob van Campen , e inaugurado em 29 de julho de 1655. O edifício serve como importante monumento histórico e cultural holandês da Idade de Ouro. Quando não está em uso por um membro da Casa Real, o local é aberto ao público. Informações: www.paleisamsterdam.nl

– Amsterdam Museum: O antigo convento de St. Lucien foi transformado em orfanato depois da Reforma de 1578 e, desde 1975, abriga o Amsterdam Museum, também conhecido como Museu Histórico de Amsterdã. As principais etapas da história da cidade são mostradas de forma interativa, incluindo vídeos, pinturas e outros itens relevantes. Informações: www.amsterdammuseum.nl

– Anne Frank Huis – Casa da Anne Frank: O museu foi fundado em 3 de maio de 1960 em memória de Anne Frank, no edifício onde ela e sua família e outras quatro pessoas judias permaneceram escondidas nos anos da ocupação nazista dos Países Baixos durante a Segunda Guerra Mundial. Em 3 de maio de 1957 um grupo de pessoas, incluindo Otto Frank, estabeleceram o Instituto Anne Frank com o propósito de salvar o edifício da demolição, e torná-lo acessível ao público. Otto Frank insistiu que o propósito do instituto seria fortalecer o contato e a comunicação entre jovens de diferentes culturas, religiões e raças, em oposição à intolerância e a discriminação racial. Depois do diário de Anne Frank ser traduzido em outras línguas e ela ficar internacionalmente conhecida, o seu antigo esconderijo, onde ela escreveu o diário, começou a atrair muitos visitantes. É o terceiro museu mais visitado da Holanda, depois do Rijksmuseum e Van Gogh Museum. Informações: www.annefrank.org

– Westerkerk: Construída em 1631, é a maior igreja protestante da Holanda. Possui a torre mais alta da cidade, com 85 metros de altura, impondo-se sobre a cidade. A igreja Westerkerk também possui um carrilhão com mais de 50 sinos e um impressionante órgão. O local guarda, em lugar incerto, os restos mortais do pintor Rembrandt. Informações: www.westerkerk.nl

– Leidseplein: Um dos lugares mais agitados e badalados, com bares, restaurantes, coffeeshops (onde drogas consideradas leves são vendidas), casas noturnas e lojas. Durante o dia, diversos artistas exibem sua arte para os turistas, que precisam ficar muito atentos com os batedores de carteira.

1280px-de_wallen

Red District – Bairro da Luz Vermelha. Foto: Wikipédia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s