Como comprar bilhetes e andar de trem na França

O Trem, como na maioria dos países europeus, é o transporte mais utilizado na França. O país possui uma extensa rede ferroviária, administrada, em sua maior parte, pela estatal SNCF – www.voyages-sncf.com. Centenas de sites, blogs e guias oferecem dicas sobre a aquisição das passagens pelo site da empresa. Algumas estão erradas, outras corretas. Relato a minha experiência:

As vendas das passagens iniciam com 90 dias de antecedência. Não troque o idioma do site! Permaneça na página francesa, pois os preços se alteram ao efetuar a mudança. O site é simples e intuitivo. Qualquer dúvida, use um tradutor para palavras ou frases.
Meu cartão de crédito é do Banco do Brasil, habilitado para compras internacionais (grande parte dos problemas na aquisição de passagens no exterior é por essa opção não estar vigente). Na primeira tentativa, o processo não foi concluído e uma mensagem de “erro” apareceu na tela. Mais duas tentativas sem sucesso! Liguei para o meu gerente e fui informado que alguns bancos no Brasil não trabalham com um certificado de segurança – requisito para compras no site da SNCF.

Solução: pedi para uma amiga (obrigado mais uma vez) que possui cartão do Banco Santander e tentamos comprar as passagens. Sucesso! Realizei todos os passos do site (muito simples) e comprei as cinco primeiras com a opção e-ticket (receber o voucher da passagem por email para impressão). Ao finalizar a operação, recebi as passagens no email cadastrado em arquivo pdf.

Ao efetuar a compra do trajeto Strasbourg/Dijon, a opção de e-ticket não estava mais disponível, somente para retirar a passagem nas estações de trem, boutiques da SNCF ou enviar pelos correios (opção somente para os franceses). Retirar nas estações ou nas boutiques não seria um problema se não fosse por um detalhe: na hora da retirada, é necessário apresentar o cartão que efetuei a compra. Problema: o cartão é da minha amiga!

Mandei um email para a SNCF questionando sobre a opção não estar disponível. A resposta veio rapidamente com a informação que, em alguns destinos, a opção e-ticket não está habilitada, sem explicações sobre o motivo. Solução: comprei as passagens (que não estavam disponíveis a opção de e-ticket na SNCF) na RailEurope – http://www.raileurope.com.br. As passagens da RailEurope custam, em média, 5 a 6 euros a mais. Não poderia correr o risco de deixar para comprar quando chegasse ao país. Na alta temporada, a demanda é exorbitante e alguns trechos esgotam os lugares rapidamente.

O site da RailEurope, como o da SNCF, é simples, possui a versão em português e aceita cartões do Banco do Brasil. Escolhi a opção para imprimir nas máquinas das estações (Print@Station) porque não há a opção de e-ticket. Na finalização do processo, o site oferece um pequeno manual, em arquivo pdf, com instruções para imprimir suas passagens nas máquinas. Recebi dois emails para cada passagem da RailEurope: o primeiro confirmando minha aquisição e o outro – alguns dias depois – com a confirmação da minha reserva e um código para imprimir minhas passagens. Na França, efetuei as impressões nas máquinas de venda de bilhetes, com as instruções do manual, sem nenhum problema.

19

Máquina de venda de bilhetes

Pergunta: “todo esse trabalho é válido para comprar as passagens com antecedência? Resposta: Comprei minha passagem para Lille com 90 dias de antecedência, pagando 28 euros na primeira classe. No dia da viagem para a cidade, verifiquei o preço, para comparação: 78 euros para a primeira classe e 47 euros para a segunda classe. Economia de 50 euros.

Importante: se você imprimir sua passagem nas máquinas ou comprar na bilheteria, antes de embarcar, é necessário validá-las em pequenas máquinas que estão espalhadas pela estação. Caso não as encontre, observe onde os outros passageiros efetuam o processo. A passagem com a opção e-ticket – recebida por email – não é necessária validar nas máquinas.

20

Máquinas para validar sua passagem

Todas as informações do seu trajeto estão impressas na passagem: horário de partida e chegada e número do trem, do vagão (voiture) e da poltrona. Chegue com antecedência e verifique os painéis indicativos da estação. Neles, procure o número do seu trem e o horário. Ao encontrar esses dados, o nome da cidade no painel pode não corresponder ao seu destino. Não se preocupe, pois provavelmente ela não é o final da viagem, sendo apenas uma estação de passagem durante o percurso. O importante é o número do trem. No painel, juntamente com esses dados, estará o número da plataforma (voie) onde o trem estacionará para embarque e desembarque. Não encontrou? Solicite informações no bacão de informações ou para os agentes da SNCF (com trajes em tons de roxo e coletes), antes do horário da partida do trem.

2

Balcão de informações

Funcionários da SNFC

Funcionários da SNFC

Exemplo: observe a primeira linha do painel na foto abaixo. Eu sairia de Paris (Gare Paris Est) para Reims, com o trem número 2709, partindo às 7h58. Veja que o destino está marcado como Sedan (destino final), mas abaixo estão as cidades de Reims e Rethel, cidades de paradas do trem durante o percurso. Cuidado: em algumas estações, as cidades do percurso não estão visíveis no painel, motivo pela qual é necessária a verificação pelo número do trem. A plataforma – que é necessário prestar atenção pois só aparece 20 minutos antes da saída do trem no painel – era a de número 25.

21

Na plataforma indicada, há pequenos painéis com todo o trajeto (cidades e estações). Antes do trem estacionar, você pode ter uma ideia onde o seu vagão vai parar na plataforma. Observe a foto abaixo: há um desenho de trem indicando os vagões com letras do alfabeto (repère). Essas letras estão em placas enfileiradas ao longo da plataforma. É só se dirigir para a letra correspondente ao seu vagão. Exemplo – baseado na foto abaixo: se o seu vagão é o 13, ele irá parar próximo a letra C. Atenção: o 1 e o 2 grandes pintados no trem não são o número do vagão, mas a classe. O número do vagão está em uma pequena placa ao lado da porta. Geralmente, os vagões 1, 2 e 3 são da primeira classe, e os demais da segunda.

6

Após o trem parar e você localizar o seu vagão, entre e localize sua poltrona. Se você estiver com uma mala pequena, poderá colocá-la nos compartimentos acima dos assentos. Se for uma mala grande, deverá deixá-la no compartimento  próximo à entrada do trem. Atenção: os locais para as malas grandes não são muito espaçosos. Sendo assim, é melhor você entrar logo se quiser acomodar a sua bagagem.

Antes da partida, todas as estações de paradas são anunciadas. Deixe sua passagem (lembrando mais uma vez: validada nas máquinas amarelas ou voucher recebido por email e impresso) em um local de fácil acesso para conferência pelo agente da SNCF.

Nas várias viagens que realizei pela França, apenas em três os agentes apareceram e efetuaram a verificação dos bilhetes. Caso alguém queira se aproveitar dessa situação para viajar sem adquirir a passagem e o agente aparecer, afirmo que será algo muito desagradável. Durante meu trajeto da cidade de Nímes para Carcassone, um passageiro não possuía o bilhete. Meus ouvidos se recordam perfeitamente dos gritos do agente, conduzindo o rapaz para outro vagão. Além do constrangimento, a multa é alta.

Os trens franceses são extremamente pontuais. Se o horário de chegada for 10h08, por exemplo, é quase certeza absoluta (salvo se acontecer algum imprevisto) que ele estacionará exatamente nesse horário na estação de destino. Uma boa dica para saber onde será o seu desembarque. As estações são anunciadas alguns minutos antes de cada parada, mais um auxílio para os passageiros desatentos.

Nos vagões há  banheiros e, para a sua comodidade, vagões-restaurantes oferecem opções de lanches (sanduíches, biscoitos, pães) e bebidas (sucos, cafés, refrigerantes). Ah, e não esqueça o fone de ouvido. Apreciar as belíssimas paisagens francesas durante a viagem, principalmente ao nascer ou pôr do sol, ao som de uma música predileta, é simplesmente inesquecível. Acredite!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s