Meu dia em Lille

Informações Práticas:

Hospedagem: Hotel Port Royal – 8 Boulevard de Port-Royal, Paris

Quanto gastei no dia? 153,65 Euros (57 Euros com as passagens de ida e volta; 58 Euros com a diária do Hotel em Paris; 38,65 Euros na cidade, com refeições, lembranças, etc)

Nota turística (de 0 a 10): 7 🙂

Para saber sobre a cidade, veja o meu post Informações e atrações de Lille

Uma das minhas melhores decisões durante a viagem foi permanecer mais alguns dias em Paris e conhecer algumas cidades próximas. Além de aproveitar mais um pouco da capital francesa, eu poderia acrescentar momentos deliciosos em minhas recordações conhecendo outros lugares. Como no dia anterior (visitei Amiens – veja o post Meu dia em Amiens), escolhi uma cidade de fácil acesso de trem a partir de Paris: Lille. Localizada a 220km ao norte de Paris, em 1h de trem eu estava descendo na estação da cidade.

Como levantei muito cedo, encontrei uma charmosa cafeteria para apreciar um bom croissant com café na grande praça da cidade – Place Du Général-De-Gaulle, mais conhecida como La Grand Place, considerada o centro de Lille. Na praça está a Vieille Bourse, uma construção composta por vinte e quatro casas, com arquitetura espetacular. É possível entrar no jardim, palco para várias atividades artísticas e vendedores de livros e antiguidades (veja o post Informações e atrações de Lille).

2

Vieille Bourse

Meu desenho da arquitetura de Lille

Meu desenho da arquitetura de Lille

A parte mais procurada e frequentada por turistas da cidade é a Vieux-Lille, ou a Velha Lille,  com casas de tijolos restauradas dos séculos 17 e 18. Um bairro que, no final da década de 70, era abandonado, com prédios vazios e em ruínas. Atualmente, é um ponto turístico obrigatório, pois nela se concentram algumas das construções mais belas e históricas da cidade.

Vieux-Lille ou Velha Lille

Vieux-Lille ou Velha Lille

Pertenço a classe de turista que adora museus e Lille não decepciona nesse quesito. O Palais des Beaux -Arts – Palácio de Belas Artes de Lille (localizado na na Place de la République) exibe uma coleção fantástica, com obras de Rubens, Delacroix, Monet, Goya, Rodin, Van Gogh, entre outros. Porcelanas, cerâmicas, maquetes, e belíssimas estátuas também fazem parte da coleção. Alojado em uma construção do século 19, o Palais des Beaus-Arts de Lille é considerado um dos primeiros museus franceses. Apenas o acervo do Museu do Louvre é maior que o do museu de Lille, para você ter uma ideia da importância da coleção de arte.

5

Van Gogh – Palais des Beaux-Arts

Palais des Beaux-Arts

Palais des Beaux-Arts

Lille, como qualquer outra cidade europeia, possui muitas igrejas. Uma delas é a Église St-Maurice, Sua construção começou no final do século 14 e concluída no final do século 19, estendida ao longo de mais de quatro séculos. Os últimos dois vãos da nave e transepto dos três vãos centrais de volta para o final do século XIV. O coro, com colaterais, capelas laterais Oriental (agora dedicada à Virgem e São José ), capelas ambulatoriais e radiantes, foi construído a partir de 1421 para cerca de 1431 . A nave foi estendido para o oeste e uma torre foi construída no século XV . A torre, fortemente deterioradas, destruídas no início século XIX. Rumo a 1500 , o transepto foi estendido para as suas dimensões atuais.

7

Église St-Maurice

Outra igreja que chama muito atenção é a Cathédrale Notre-Dame-de-la-Treille pelo seu estilo moderno. Sua pedra fundamental foi lançada em 1854 e foi concluída 43 anos depois. Ao longo dos anos, o projeto sofreu alterações e restaurações, mas preserva grande parte da sua estrutura original.

10

Cathédrale Notre-Dame-de-la-Treille

Mas Lille não é somente história… A era moderna envolveu uma parte da cidade, a Euralille. Um moderno bairro inaugurado em 1994, com prédios arrojados e com a assinatura de arquitetos famosos. Nessa região está a estação de trens TGV Lille Europe, o Lille Grand Palais (centro para exposições, convenções e espetáculos) e o Centro Comercial Euralille.

13

Euralille

A cidade possui diversos atrativos mas, sem dúvida, a parte mais interessante é a Velha Lille e a La Grand Place. Nesses lugares é que a cidade mostra todo o seu charme e sua aptidão para o turismo. Suas pequenas ruas abrigam deliciosos cafés e restaurantes com alta gastronomia. Uma ótima opção para conhecer uma cidade com aparência de metrópole, mas com um clima de pequena cidade francesa.

11

Centro de Lille

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s