Informações e atrações de Nápoles

Caótica para alguns, fascinante para outros, assim é Nápoles, uma das maiores contradições italianas. Após Roma e Milão, é a terceira cidade mais populosa do país e um dos portos mais importantes para a economia da Itália. Tem origem na antiga cidade grega de Neapolis e foi conquistada pelos romanos no século IV a.C. No século VI d.C., passou para domínio bizantino e, no século VIII, constituiu-se em ducado independente.

Em 1139, passou a pertencer ao Reino da Sicília. A universidade foi fundada em 5 de Junho de 1224. Passou a ser, no final do século XVIII, a capital do reino. Em 1282, passou para a coroa de Aragão, sendo denominado reino de Nápoles. No século XIX, passou a ser independente, sendo anexada ao Reino da Sardenha em 1860 e ao Reino de Itália em 1861.

Nápoles é repleta de excentricidades, cores, exuberância e desorganização. Reúne os comportamentos dos italianos em seu grau máximo e, juntamente com suas ruas adornadas por varais repletos de roupas, tornou-se um dos símbolos da história e da cultura da Itália.

Como chegar: de Roma a Nápoles, de trem – www.trenitalia.com. O aeroporto Capodichino fica a 7 quilômetros do centro da cidade, com ônibus que fazem o translado até o centro da cidade.

Atrações:

Museo Archeologio Nazionale: O Museu arqueológico Nacional guarda uma extensa e preciosa coleção. O seu edifício histórico foi inaugurado em 1615 e já foi sede da Universidade de Nápoles. Em 1777, o rei Fernando IV transferiu a universidade e o prédio foi adaptado para abrigar o Museu Bourbon e a Biblioteca Real. Com diversas doações, o Museu ampliou o seu acervo, principalmente devido aos achados arqueológicos de Pompéia e Herculado. Na coleção, você encontrará peças fascinantes das duas cidades históricas, como o famoso mosaico A Batalha de Alexandre da Casa dos Faunos de Pompéia. Na Sala Secreta encontram-se as obras eróticas das cidades. Informações: http://cir.campania.beniculturali.it

– Duomo: O lar das relíquias de San Gennaro, a catedral abriga a cabeça do santo em um busto prateado e frascos com o sangue coagulado. Os fiéis acreditam que o sangue torna-se líquido três vezes ao ano. Se não acontecer, é sinal de mau presságio para a cidade. Informações : http://www.napoliunplugged.com

– Galleria Umberto I: Ao entrar na Galleria Umberto I, é inevitável a comparação com a Galleria Vittorio Emanuele em Milão. Igualmente bela e sofisticada, foi construída em 1737 para Carlos de Bourbon e está localizada em frente a maior ópera da Itália: o Teatro San Carlo. Informações: http://www.napoliunplugged.com

– Palazzo Reale – Piazza Plebiscito: O Palazzo Reale di Napoli é um dos quatro palácios que serviram de residência aos reis de Nápoles e Sicília. Construído por Domenico Fontana para os espanhóis, no decorrer da história sofreu algumas ampliações. Abriga um museu, com diversas pinturas, tapeçarias, móveis e porcelanas. Localiza-se na conhecida Piazza Plebiscito, uma enorme praça reformulada e fechada para o trânsito de carros. Informações: http://cir.campania.beniculturali.it

– Castel Nuovo: A grande fortaleza e um dos símbolos de Nápoles foi construída em 1279 por Carlos de Anjou e finalizada em 1282. Sob o comando de Roberto I, o castelo foi ampliado e adquiriu status real com a nova decoração. Em 1347 foi saqueado e danificado pelos húngaros. Após o incidente, foi restaurado e fortificado por Joana I, tornando-se a resistente fortaleza. Francesco Laurana foi o autor do arco triunfal da entrada do castelo que foi erguido para comemorar a entrada de Afonso de Aragão em Nápoles. Atualmente, abria o Museu Cívico. Informações: http://www.campaniartecard.it

Napoli_2

Nápoles com o Vesúvio ao fundo – Foto: Wikipédia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s