Buenos Aires – outros passeios…

Além de todos os pontos turísticos conhecidos – ou não – pelos turistas em vários bairros de Buenos Aires, há algumas opções de passeios para incrementar sua viagem. Veja alguns:

– Parque Temaikèn: Um bioparque que ocupa uma área de 34 hectares (48 estádios de futebol), localizado na cidade de Escobar, a 50km do centro de Buenos Aires. Mais que um zoológico, o parque possui centenas de animais, aves, répteis e peixes, com a finalidade de conscientizar sobre a importância da preservação da fauna e flora. Como chegar? Ruta 25, Km1, em Escobar. Se você quiser ir por conta própria, sem utilizar pacotes de agências, o ônibus para o parque sai da Plaza Italia, em Palermo. Para chegar na Plaza Italia, basta pegar o metrô – Linha D, verde – e descer na estação Plaza Italia. Ao chegar, procure o guichê da Linha 60 – Escobar e comprar sua passagem. A duração da viagem é de uma hora (dependendo do trânsito) e você desce na bilheteria do parque. Dica: Na terça-feira, o ingresso é metade do preço e há descontos para compras do bilhete on-line. Informações: www.temaiken.org.ar. 

800px-Pink_Flamingo_@_Temaikén

Flamingo Rosa no Temaikèn. Foto: Wikipédia

– Zoo Lujan: Uma das atrações mais controversas da Argentina, o Zoo de Lujan é um local onde você pode interagir, tirar fotos, etc, com animais de grande porte, como felinos e elefantes. Algumas pessoas ficam deslumbradas por entrar na jaula de leões e tigres, outras acreditam que os animais são sedados para o contato com humanos. O local não possui muita estrutura e as filas para entrar nas jaulas podem demorar muito. Como chegar?  Ônibus linha 57, empresa Atlántida, em direção à cidade de Mercedes, passando pelo Zoo, que sai da Plaza Italia, em Palermo. Para chegar na Plaza Italia, basta pegar o metrô – Linha D, verde – e descer na estação Plaza Italia. Como há vários ônibus da linha 57, confirme se vai para o Zoo. A duração da viagem é de duas horas, dependendo do trânsito. Informações: www.zoolujan.com.

– Tigre e Delta: O Delta do Paraná é o quinto maior do mundo eo único que conduz a um rio de água doce. O passeio é uma é uma excelente opção para conhecer o rio de barco, catamarã, táxis aquáticos ou lanchas, para conhecer os canais e as ilhas que formam o Delta. Saindo da estação Delta, há o Cassino Trillenium e à direita o Parque de la Costa, um parque de diversões. O Puerto de Frutos é um local onde há restaurantes e lojas para comprar produtos dos artesãos locais.  Como Chegar?

  • Estação Retiro: o trem parte da Estação Retiro, plataformas Mitre 1 ou 2 (Linha Bartolomé  Mitre – Tigre). A viagem até o Tigre leva cerca de 50 minutos.
  • Estação Retiro + Trem de la Costa: pegar o trem na Estação Retiro, com destino à estação Mitre (Linha Bartolomé  Mitre – Mitre), na cidade de Olivos. Ao chegar, atravesse a ponte por cima da Avenida Maipú para chegar à estação do Trem de la Costa.
800px-Museo_de_Arte_de_Tigre_vista_de_norte_a_sur

Museu de Arte de Tigre. Fonte: Wikipédia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s