Atrações de Buenos Aires – Recoleta

No post sobre o bairro San Telmo, comentei que a elite portenha deixou o bairro devido à uma epidemia de febre amarela. O novo local que escolheram para morar foi o bairro da Recoleta. Atualmente, é possível identificar a herança histórica da elite da cidade nos casarões antigos e repletos de requinte.

Bairro nobre, deve seu nome a um convento de monges recoletos e possui como atração principal o Cementerio de la Recoleta, onde estão sepultadas diversas personalidades argentinas, como Evita Perón. Outro destaque e símbolo da cidade é a Floralis Genérica, uma gigantesca escultura em forma de flor.

Atrações:

– Cementerio de la Recoleta: com numerosos e imponentes mausoléus, o cemitério da Recoleta é a atração mais visitada do bairro. Originalmente era o jardim da igreja ao lado e foi construído em 1822 como o primeiro cemitério público da cidade e seu projeto é obra do francês Próspero Catelin. Heróis militares, escritores, políticos, etc, estão sepultados no local. Sem dúvida, o túmulo mais conhecido e visitado é o de Evita Peron. Informações e mapas: www.recoletacemetery.com.

1024px-Recoleta-tower-TM

Cemitério da Recoleta. Fonte: Wikipédia

– Basílica de Nuestra Señora del Pilar: Inaugurada em 1732, o projeto é dos arquitetos jesuítas Bianchi e Prímoli. Totalmente branca, possui como destaque um altar peruano, com prata do noroeste da Argentina. Conserva retábulos, imaginária e ornamentos originais no pequeno Museu dos Claustros. Informações: www.basilicadelpilar.org.ar.

– Centro Cultural Recoleta: projeto dos arquitetos Clorindo Testa, Jacques Bedel e Luis Benedit. O centro cultural ferece diversas atividades: dispõem de salas para exposições de pintura, desenho e escultura, salas de teatro e outras equipadas para a produção musical. Abrigava originariamente o convento dos monges recoletos, que deu nome ao bairro. Informações: www.centroculturalrecoleta.org.

– Museo Nacional de Bellas Artes: O museu de artes é um dos mais importantes da América Latina e o que possui a maior coleção de arte argentina do país, com obras de Benito Quinquela Martín e Edward Sívori, entre outros. Há, também, obras de mestres internacionais, como Picasso, Rembrandt, Van Gogh, Cézanne Jacksson Pollock e Modigliani. Informações: www.mnba.org.ar. Dica: É GRÁTIS!!!

MNBA3

Museo Nacional de Bellas Artes. Fonte: Wikipédia

– Floralis Genérica: A imensa escultura em forma de flor possui 23 m de altura, com diâmetro de 16m (com pétalas fechadas) e 32m (com pétalas abertas). Localizada no centro da Plaza de las Naciones Unidas, entre a Avenida Figueroa Alcorta e Austria, foi presenteada à cidade pelo arquiteto argentino Eduardo Catalano. Anteriormente, as pétals gigantes de alúminio abriam pela manhã e se fechavam durante a noite. Atualmente, encontra-se desativada e o governo alega que o preço do conserto é inviável. Segundo o arquiteto, Floralis significa que seja parte da flora e Genérica derivada do conceito de “gênero” e indica que ela representa todas as flores do mundo.

Floralis_Genérica,_Recoleta

Floralis Genérica. Fonte: Wikipédia

– El Ateneo Grand Splendid: O local, que já foi teatro e cinema, abriga a segunda livraria mais importante do mundo, segundo o jornal britânico The Guardian (a primeira foi a holandesa Selexyz Dominicanen Boekhandel). Muito famosa, virou ponto turístico da cidade, com suas prateleiras com mais de 120 mil livros. Site: ttp://www.yenny-elateneo.com.

4980740165_9789906d19

El Ateneo. Fonte: buenostour

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s