Informações e Atrações de Milão

Milão é uma imensa controvérsia entre os turistas. Alguns elogiam a cidade em todos os seus aspectos. Outros afirmam que ela não possui muitas atrações, já que não tem a grande história de Roma, a singularidade de Veneza ou a imensa riqueza cultural de Florença (as três cidades que considero a tríade italiana). Em minha opinião, cada um sabe o que deseja conhecer e o que fazer em suas viagens. E eu queria conhecer Milano (Milão, em italiano)… E não me arrependi! Localizado na parte ocidental da região da Lombardia, na planície Padana, é limitado pelos rios Ticino a oeste, Adda a leste, Pó ao sul e pelo Lago di Como e a fronteira com a Suíça ao norte.

Considerada uma das capitais mais famosas da moda e do design, a cidade foi assolada pela Peste Negra e teve boa parte da sua população devastada. Mesmo com esse grande infortúnio, a sua recuperação foi rápida e esplêndida. Fundada por um povo celta, passou pelos romanos, espanhóis e austríacos até que, em 1796, foi conquistada por Napoleão – coroado no Duomo – que fez da cidade a capital do seu reino na Itália. Mais uma tragédia: durante a Segunda Guerra, Milão sofreu diversos bombardeios, que destruíram grande parte das suas construções. Recuperada mais uma vez, atingiu seu ápice nos anos 50 e 60, período caracterizado como o “milagre econômico”.

Apesar do ar moderno e cosmopolita, confesso que dois dias são suficientes para conhecer as principais atrações da cidade. Ícone fashion, Milão concentra um alto números de marcas mundialmente famosas. Durante sua visita ao Duomo ou a Galleria Vittorio Emanuele (o shopping mais antigo do mundo), não será difícil encontrar profissionais como modelos, fotógrafos ou designs, utilizando as belas arquiteturas como cenário. Mesmo com requintes internacionais, há pequenas ruas, enfeitadas com flores e com aconchegantes restaurantes, que resgatam a “alma italiana”.

Como chegar: o Aeroporto de Malpensa – www.airportmalpensa.com – oferece voos internacionais. Do aeroporto ao centro (50km): de trem – www.malpensaexpress.it; de ônibus – www.malpensashuttle.it; ou de táxi. De outras cidades, com trem: Milão possui uma estação central, a Stazione Centrale – a mais utilizada – e as estações Nord e Porta Garibaldi.

Atracões:

Duomo – Localizado no centro de Milão, é uma exuberante construção, considerada uma das maiores igrejas góticas do mundo e a terceira em tamanho. Sua construção durou mais de quinhentos anos. O telhado possui 135 agulhas e inúmeras gárgulas. O interior possui cinco naves, divididas por quarenta pilares, alcançando a altura de 45 metros – informações para visitas: www.duomomilano.it.

Galleria Vittorio Emanuele – Ao lado do Duomo, o “shopping mais antigo do mundo” impressiona pela dimensão e pelo formato de cruz. Abriga algumas das marcas mais famosas do mundo e algumas lojas são centenárias. Giuseppe Mengoni desenhou a arquitetura do complexo mas, infelizmente, morreu ao cair de um andaime antes da inauguração, em 1877. Em seu piso, feito de mármore, há diversos mosaicos, repletos de detalhes. Um deles chama a atenção dos turistas: a figura de um touro que, diz a lenda, se uma pessoa girar o calcanhar sobre ele terá boa sorte.

Castelo Sforzesco – Construído por Francesco Sforza, era utilizado como fortaleza. Atualmente, abriga uma série de museus, como a Pinacoteca e Raccolte d´Arte, o Museu della Preistoria, o Museu degli Strumenti Musicali e o Museu d´Arte Antica, que exibe a grande atração do lugar: a Pietá Rondanini, de Michelangelo. Informações para visitas: www.milanocastello.it

Pinacoteca di Brera – Um dos maiores acervos de arte da cidade, com obras de Rafael, Mantegna, Canaletto, Tintoretto, Veronese e Caravaggio. O responsável inicial foi Napoleão, que usou o prédio como depósito de obras fiscalizadas. Informações para visitas: www.brera.beniculturali.it.

Cenacolo Vinciano – A última Ceia de Leonardo da Vinci – Um dos locais mais visitados de Milão, a pequena igreja de Santa Maria della Grazie. Em seu antigo refeitório está a famosa pintura “A Última Ceia”, de Leonardo da Vinci. OBS: é obrigatório comprar o ingresso com antecedência (e aconselho muita antecedência mesmo) pelo sitewww.vivaticket.it/?op=cenacoloVinciano

Quadrilátero de Ouro – O ponto de encontro das maiores – e mais famosas – marcas do mundo. Channel, Dolce e Gabbana, Armani, Versace, etc, se concentram em um quarteirão, entre as vias Monte Napoleone, della Spiga, Manzoni e Corso Venezia.

Teatro Alla Scala – Inaugurado em 1778, é uma das casas de ópera mais conceituadas do mundo. No seu interior, está o Museo Teatrale Alla Scala, com diversos apetrechos e pertences de artistas famosos. Informações: www.teatroallascala.org

Dicas: Apesar da imensa variedade gastronômica da cidade, aconselho dois petiscos fantásticos em sabor: os Panzerottis Luini – www.luini.it – e a maravilhosa pizza da Spontini – www.pizzeriaspontini.it; Para visitar o quadro A Última Ceia, do Leonardo da Vinci, compre o seu ingresso com muita, mas muita antecedência mesmo. A visita dura exatos quinze minutos; Subir ao topo do Duomo proporciona uma excelente vista da cidade e das grandes agulhas da igreja. A entrada para o Duomo é gratuita, mara para subir, de elevador ou de escada, é pago. O ingresso inclui a visita ao Battistero di San Giovanni e ao Tesouro.

Sites: www.comune.milano.itwww.turismo.milano.itwww.milanocultura.com

O exuberante Duomo de Milão

O exuberante Duomo de Milão

Anúncios

12 comentários sobre “Informações e Atrações de Milão

  1. Milao é incrível mesmo. Vou retornar agora em maio e pretendo curtir mais algumas coisas, já que lá estará acontecendo a Expo Milano 2015 – Nutrire il Pianeta, Energia per la Vita e só nao farei a visitao as vinículas por falta de tempo mesmo.
    Boas dicas.

    Curtir

  2. Ótimas dicas sobre Milão. Conhecerei a Itália no meio do ano e Milão é uma parada certa no meu roteiro. Alguém conhece um bom seguro viagem e que possa indicar? abraço

    Curtir

    • Olá, Luiz Otávio. Agradeço sua visita. Sobre o seguro de viagem, várias empresas vendem, inclusive em agências de viagens. Alguns bancos oferecem o seguro de graça, dependendo da sua conta e cartão. Informe-se no seu banco. Abs

      Curtir

  3. Estou visitando a Itália pela segunda vez. Estive em MIlão por cinco dias, fiquei hospedada no Hotel Berna, excelente e com um atendimento super atencioso, café da manhã maravilhoso e farto. A localização é no centro de Milão, perto da Estação Central. Adorei Milão, só achei uma cidade cara.

    Curtir

  4. Oi Márcio, estou indo para Milão agora em junho e gostaria de indicação para fazer um curso de massa fresca. Você conhece ou indicaria algum? Obrigado.

    Curtir

  5. Olá Márcio! Eu, meu marido e uma amiga faremos uma viagem para a Itália em setembro, estamos lendo seu blog e pegando ótimas dicas, inclusive entramos em contato com a Ivy e iremos nos hospedar no flat dela seguindo sua indicação. Parabéns pelo blog está nos ajudando muito!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s